Cancer de Pele.net.br - Dr Gustavo Alonso

Pesquisa rápida:

Terapia Fotodinâmica

O que é Terapia fotodinâmica?

    Terapia fotodinâmica é um tratamento dermatológico que pode ser usado para tratar alguns tipos de câncer de pele, assim como, algumas lesões pré-malignas.  Terapia fotodinâmica é usada em diversas áreas da medicina. Seu uso começou a ser estudado há mais de 100 anos, mas nos últimos 10 anos, especificamente na área de câncer de pele, esta tecnologia se estabeleceu de fato.

Como é feita a terapia fotodinâmica?

A terapia fotodinâmica tem como base 2 pontos principais: Uma substância fotossensibilizante e irradiação por uma fonte de luz adequada.
Fotossensibilizante: Na terapia fotodinâmica para câncer de pele utilizam-se 2 produtos como fotossensibilizantes:  metil aminolevulinato (Metvix®) ou ácido aminolevulínico (Levulan®). Estes produtos são aplicados sobre a pele e então é feito um curativo especial e o produto é deixado na pele por 3 horas. Este tempo permite a penetração do produto e sua captação pelas células.  As células do câncer de pele, por terem alto metabolismo, absorvem o produto, enquanto células saudáveis da pele não o fazem. Ao absorverem o produto, existe uma série de reações metabólicas que levam a produção de uma substância que torna a célula sensível a luz. (por esta razão chama-se de fotossensiblizante)
Irradiação por fonte de luz: A pele é exposta a uma fonte de luz adequada que causa a destruição de todas as células sensibilizadas, e somente destas. Ou seja, as células da pele normal não são afetadas. Desta forma o tratamento destrói somente as células do câncer, poupando as células normais, sendo altamente seletivo e específico.
Terapia fotodinâmica. Após aplicação da medicação por 3 horas, o câncer de pele é irradiado com luz vermelha que causa sua destruição. Terapia fotodinâmica. Após aplicação da medicação por 3 horas, o câncer de pele é irradiado com luz vermelha que causa sua destruição.

 

Terapia fotodinâmica pode ser usada em todos os tipos de câncer de pele?

Não, existe uma limitação da penetração do produto tópico assim como da radiação luminosa. Estima-se que a terapia fotodinâmica seja eficaz em lesões de até 2 milímetros de espessura. Logo, a terapia fotodinâmica está indicada somente para lesões superficiais. As indicações clássicas são: queratoses actínicas(link www.cancerdepele.net.br/queratose-actinica), Doença de Bowen e carcinoma basocelular superficial. Nos demais tipos de carcinoma basocelular a terapia fotodinâmica pode até ser usada, mas não é a primeira opção de tratamento.

 Quais as vantagens da terapia fotodinâmica? 

Terapia fotodinâmica é um tratamento não cirúrgico. Ou seja, podemos tratar alguns tipos de câncer de pele, sem fazer cirurgia. Por ser seletiva e destruir somente o câncer, tem excelente resultado cosmético, causando pouca ou nenhuma cicatriz. Apesar destas vantagens, seu uso é restrito a tumores superficiais. Terapia fotodinâmica não é um tratamento milagroso que cure todos os tipos de câncer, longe disto. É um tratamento com índices de cura elevados se bem indicado.

Autor: Dr. Gustavo Alonso Pereira 


Bibliografia:
1.    Calin MA, Diaconeasa A, Savastru D, Tautan M. Photosensitizers and light sources for photodynamic therapy of the Bowen's disease. Arch Dermatol Res. 2011;303(3):145-51.
2.    Issa MC, Manela-Azulay M. Photodynamic therapy: a review of the literature and image documentation. An Bras Dermatol. 2010 Aug;85(4):501-11.
3.    Babilas P, Schreml S, Landthaler M, Szeimies RM. Photodynamic therapy in dermatology: state-of-the-art. Photodermatol Photoimmunol Photomed. 2010 Jun;26(3):118-32.
4.    Christensen E, Warloe T, Kroon S et al.Norwegian Photodynamic Therapy (PDT) Group. Guidelines for practical use of MAL-PDT in non-melanoma skin cancer. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2010 May;24(5):505-12.
5.    Morton CA, McKenna KE, Rhodes LE; British Association of Dermatologists Therapy Guidelines and Audit Subcommittee and the British Photodermatology Group. Guidelines for topical photodynamic therapy: update. Br J Dermatol. 2008 Dec;159(6):1245-66.
6.    Telfer NR, Colver GB, Morton CA; British Association of Dermatologists. Guidelines for the management of basal cell carcinoma. Br J Dermatol. 2008 Jul;159(1):35-48.